sexta-feira, 8 de junho de 2012


Babá acusada de torturar menino com deficiência é presa



Policiais da Delegacia de Imbariê (62ª DP), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, prenderam, na última quarta-feira (6), a babá Sílvia dos Santos, de 42 anos, acusada de torturar Pedro Pinheiro Fabbri, 7 anos, que sofria de deficiência física e mental. Sílvia foi apresentada na manhã desta sexta-feira (8).
 
A babá foi flagrada na cidade de Matinhos, litoral do Paraná, por dois agentes da delegacia da baixada. O crime foi praticado em 2005 e a criança acabou morrendo com uma lesão no pâncreas, em 2006, sete meses após as agressões.
 
Os pais do menino instalaram uma câmera em casa e flagraram Sílvia agredindo Pedro durante as refeições. A criança era portadora de uma doença chamada displasia cortical não lisencefálica, que não permitia que ela falasse e andasse. A gravação de oito horas mostra imagens da babá batendo no menino com violência, enfiando um pano em sua boca e fazendo o menino engolir o próprio vômito.